O que é personas?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma persona é um dos primeiros passos e um dos mais importantes para sua estratégia de Marketing Digital. É a representação fictícia do cliente ideal de sua empresa ou negócio. É baseada em dados reais, como comportamento e características demográficas, problemas e objetivos dos clientes, assim como suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações. A persona será guia da criação de conteúdo e de Marketing Digital.

Quais são os clientes que a sua marca quer alcançar? Para quem são produzidos os conteúdos? Com quem ela pretende se comunicar? Quem deseja educar e converter? Sem identificar sua persona, não existe estratégia de marketing que funcione. Afinal, é pensando nela que suas ações devem ser propostas.

Uma boa definição de persona passa justamente pelo contato com o seu público-alvo, pela observação dos seus clientes, tanto potenciais quanto aqueles que já fazem parte da sua carteira.  Em uma rápida análise, você pode observar diversas características em comum. O que fazem durante o dia, qual a idade, qual o sexo, como se informam, quais são suas maiores necessidades? Dessa forma, a persona se baseia em dados, não em suposições da equipe de marketing.

Diferença entre persona e público-alvo

  • Público-alvo: Homens e mulheres, de 18 a 35 anos, casados, graduados em estatística, com renda média mensal de R$ 2.500. Pretendem aumentar sua capacitação profissional e gostam de ler.
  • Persona: Peter Benjamin P. tem 26 anos, é fotografo independente e criados pelos tios. Quer se desenvolver profissionalmente através de uma bolsa de estudos em ciências, pois adora descobrir coisas novas. Solteiro e sempre quis fazer parte de uma grande empresa. Está buscando um laboratório que o ajude a encontrar soluções para os problemas enfrentados.

Percebeu que há várias diferenças entre público-alvo e personas? Resumidamente público-alvo é uma definição mais genérica, enquanto a persona cria uma identidade bem definida. Podem até ser muito parecido. Porém, faz muita diferença pensar em uma estratégia de marketing direcionada ao Peter Benjamin e não a um extenso público-alvo.

As personas não vieram exatamente para substituir o público-alvo, e não é preciso limitar-se a uma única persona, somente tome cuidado ao criar várias personas e fazer com que suas estratégias percam o foco. No marketing, você pode usar tanto o público-alvo, quanto a persona em conjunto.

Qual a necessidade de uma persona?

Criamos personas para enviar a mensagem certa para as pessoas certas. Sem uma persona definida, a estratégia do seu negócio pode ser genérica e você acabar falando para a pessoa errada. Exemplo básico: Oferecendo um produto destinado à classe A para a classe C. Faz toda a diferença para a estratégia de marketing acertar no tom e ser preciso na oferta, fazendo com que sua taxa de conversão se eleve, correspondendo ao número real de interessados.

A criação da persona é um processo

Para que seu papel seja cumprido, a persona deve ser resultado de pesquisa, entrevista, análise e construção do seu público-alvo. Quem é seu potencial cliente? Quais são seus objetivos, suas dificuldades e desafios? Quem influencia suas decisões? É homem ou mulher? Estado Civil? Profissão, escolaridade, ramo de atividade? Sabendo as perguntas certas, essa etapa fica mais simples do que se imagina.

É preciso ter em mente exatamente o que a pessoa que realiza a compra de seu produto ou serviço, busca na área de atuação do seu negócio. Visualize quais os assuntos em que seu cliente possa estar interessado.

Depois de aplicada a pesquisa é preciso tabular, transcrever as entrevistas e analisar todos os dados sobre os clientes. Nessa análise, identifique os padrões nas respostas. Esses padrões representam características, desafios, problemas e dúvidas em comum que seus clientes procuram no seu serviço e que devem fazer parte da persona.

Não há problema caso identifique mais de uma persona. Somente lembre que ao criar várias, pode fazer com que suas estratégias percam o foco. Você pode ter clientes de diferentes regiões do país, mas se as necessidades e dores forem as mesmas, pode se resumir em um único persona.

Aplicar a persona na sua estratégia de marketing

É necessário que você se lembre da sua persona em tudo aquilo que fizer para divulgar a empresa ou em reforçar sua autoridade. Na criação do conteúdo, vai ser em torno das palavras-chaves mais buscadas e vai conversar com a sua persona. Nas campanhas publicitárias, a linguagem adotada deve se encaixar. Até mesmo nas landing pages! O layout, as fontes, as imagens, as cores, o título e o CTA (Call to Action – Chamada para a ação) precisam ser adequados ao que sua persona mais gosta.

Não pode mais ignorar sua persona depois de todo o trabalho que teve para criá-la.

Mas por que é importante fazer esse reforço isso?

Ao invés de estar segmentando suas campanhas para o seu público ideal, você pode estar desperdiçando recursos (leia-se dinheiro) com as pessoas erradas. Não vai despertar o interesse e nem vai realizar as vendas do que tem a oferecer. É essencial evitar achismos ao máximo e iniciar um processo com uma pesquisa e estratégia para que no final, obter campanhas de sucesso e com bons rendimentos.