Métricas de SEO mais importantes para rastrear

marketing-metrics-online-courses

Existem tantos dados que você pode obter em seu site, que eles podem dizer, o básico, que é quantos visitantes você teve, como podem dizer de onde eles vieram e se eles aceitaram sua oferta ou não.

Mas quais são essas métricas?

Daremos uma olhada em algumas métricas para rastrear sua classificação de SEO.

 

 

 

– Tráfego Orgânico

Vamos começar com o óbvio.

Para você saber se todo o tempo gasto em sua estratégia de SEO vale a pena, você precisa saber como são suas métricas de tráfego orgânico. O tráfego orgânico é o número de visitantes do site que chegam a partir de uma pesquisa. Você não pagou para que eles estivessem lá ou indicou por meio de outro site… Esses visitantes encontraram você clicando em pesquisar no Google.

Essa métrica é muito importante porque dará a você uma visão geral de como está sua classificação e o que funciona melhor para você.

Você pode usar o Google Analytics (https://analytics.google.com/analytics/web/) para ver suas sessões de pesquisa orgânica, novos usuários, taxa de rejeição e duração da página.

 

– As palavras-chave que VOCÊ classifica

Uma empresa de vendas de produtos para escritório, através de um e-commerce, pode classificar “notebooks” sem ter feito um grande esforço para classificar essa palavra-chave. Isso é ótimo porque os notebooks são definitivamente um produto que vendem e dá a eles um ponto de partida para dizer: em que mais queremos classificar?

Para descobrir em quais palavras-chave seu site está classificado atualmente, você pode usar o Google Search Console (https://search.google.com/search-console).

 

– As palavras-chave que você DESEJA classificar

Mas e as palavras-chave que você QUER classificar?

No exemplo acima, a empresa provavelmente deseja se classificar em “produtos para de escritório”. Notebooks são ótimos e se encaixam em seu nicho, mas a classificação de “produtos para de escritório” pode fazer uma enorme diferença para seus negócios.

É por isso que é importante acompanhar as palavras-chave para as quais você deseja se classificar. É necessário ver quantas pesquisas certas palavras-chave têm a cada mês e, em seguida, dar a esses resultados uma análise completa para ver onde estão as oportunidades de classificação para o seu nicho.

Você pode usar uma ferramenta como SearchVolume.io (https://searchvolume.io/) ou Keywords Everywhere (https://keywordseverywhere.com/) para ver qual é o volume de pesquisa de uma determinada palavra-chave. Em seguida, você pode descobrir em quais palavras-chave vale a pena investir seu tempo e energia na classificação.

 

– Alexa

https://pt.wikipedia.org/wiki/Amazon_Alexa

A classificação na pesquisa por voz (dependendo do seu setor) pode ter resultados monumentais para o seu negócio. A classificação de suas palavras-chave ideais no Google é importante, e a classificação na Alexa é o próximo passo.

Quarenta e oito por cento dos consumidores em uma pesquisa da Adobe (https://theblog.adobe.com/voice-assistant-statistics-trends-2019/)  disseram que usam voz para pesquisas na web. Desses 48%, 85% usavam voz em seus telefones e 39% usavam em seu Amazon Alexa ou Google Home. Mesmo que a voz não pareça um grande negócio para você agora, vale a pena pensar em como isso pode ser um grande negócio no futuro.

Ferramentas como a Alexa podem fornecer análises de SEO, análises de sites, informações de pesquisa de palavras-chave e muito mais…

 

– Backlinks para seu site x concorrentes

Rastrear seus backlinks (https://pt.wikipedia.org/wiki/Backlink) lhe dará uma ideia se seu conteúdo é realmente bom. Você notará muitos backlinks gratuitos vindo em sua direção. Mas rastrear os backlinks de seu concorrente ajudará você a ver o que é realmente bom no conteúdo DELES e onde você está errando.

Se você vir muitos backlinks para uma postagem específica do blog, isso é um ótimo sinal. A postagem é valiosa o suficiente para que outros sites a citem em seu conteúdo, o que está impulsionando sua postagem nos rankings de busca.

Você pode ver seus backlinks no Google Search Console e para seus concorrentes usando uma ferramenta como o Moz (https://moz.com/).

 

– Velocidade da página

Esta é uma daquelas métricas que soa como algo que você colocaria no final de sua lista de tarefas de SEO, mas na realidade, deveria ser uma das primeiras.

A velocidade da página terá um grande impacto em sua taxa de rejeição. (https://pt.wikipedia.org/wiki/Taxa_de_rejei%C3%A7%C3%A3o). Essa taxa é um indicador negativo para o Google de que seu conteúdo não é o que eles procuravam, o que significa que o Google vai querer encontrar outra pessoa para substituí-lo no ranking.

Não só a sua taxa de rejeição é afetada pela velocidade da página, mas hoje em dia o Google irá empurrar o seu ranking para baixo se a velocidade da página for lenta. A regra geral é que a velocidade da página seja inferior a 3 segundos.

Você pode usar o Page Speed ​​Insights do Google (https://developers.google.com/speed/pagespeed/insights/?hl=pt-br) ou o GTMETRIX (https://gtmetrix.com) para ver a velocidade de cada uma de suas páginas.

 

– Tráfego das Redes Sociais

Rastrear seu tráfego das redes sociais é necessário para uma empresa que está investindo tempo, dinheiro e esforço em uma estratégia de mídia social. Se sua chamada no Instagram não está transformando seguidores em visitantes do site, é hora de repensar sua estratégia…

Seu tráfego dirá quantos visitantes do site vêm de canais de mídia social como Facebook, Instagram, YouTube e Twitter. Ao rastrear essas métricas, você pode ver como está indo sua estratégia social, o desempenho de uma campanha ou que tipo de ofertas estão criando grandes picos no tráfego do seu site.

O Google Analytics mostrará quantos visitantes do site vieram desses canais.

 

– Conversões orgânicas

Quantos visitantes encontraram você por meio de uma pesquisa do Google está optando por sua oferta? Ter 100.000 visitantes mensais do site é incrível, mas apenas se você for capaz de converter pelo menos 10% deles em assinantes ou clientes. As conversões orgânicas são a maneira como seu conteúdo está convertendo os visitantes, motivando esses visitantes a optar por deixar um lead ou comprando uma oferta.

Dentro do Google Analytics, podemos definir metas de conversão para que possa ver como seu conteúdo está convertendo o tráfego.

 

 

O SEO parece grande e assustador, mas olhando apenas para o número de ferramentas GRATUITAS do Google que lhe ajudarão na sua classificação de SEO, temos que dar crédito a eles… O Google quer que seu conteúdo seja bem classificado, use essas métricas para manter sua estratégia de SEO afiada e para ver onde você pode fazer um pouco melhor.