Vaca Roxa – Como se destacar entre os concorrentes?

vacaroxa

Imagine-se em uma estrada, viajando lentamente com o seu carro, quando, de repente, você se depara com uma paisagem repleta de vacas malhadas, iguais àquelas que você vê nos filmes.

Você começa apreciar as belas vaquinhas, tão padronizadas, realmente uma admirável paisagem. Cinco minutos depois, você não aguenta mais aquela mesmice, tudo começa a ficar repetitivo e insuportável.

Mas imagine se uma dessas vacas fosse roxa? Uma vaca ROXA! Impossível não nota-la. A essência de uma Vaca Roxa é ser notável.

Baseando-se nessa alegação, o guru do Marketing Seth Godin nos contempla com sua inesquecível obra A Vaca Roxa: como transformar sua empresa e ganhar o jogo fazendo o inusitado.

Se você sempre faz o básico em sua carreira ou produz algo comum, certamente será visto como mais uma entre as milhares de “vacas marrons” existentes no mundo corporativo e dos negócios.

Ou seja, não causará nas pessoas a vontade de comentar sobre você no LinkedIn ou indicar o seu produto aos amigos, no Facebook ou Instagram.

No livro, Seth Godin demonstra, com dados, como o marketing tradicional, baseado em anúncios de TV e jornal, já não gera mais os mesmos resultados que existiam antes. Ele cita o exemplo da Tombstone Pizza, uma marca comprada pela Kraft e que, então, recebeu enormes investimentos em publicidade, acabando nas geladeiras de todas as casas americanas, como um caso que não funciona mais.

Nos dias de hoje, os consumidores já não prestam mais tanta atenção em propaganda. Eles estão acostumados com uma mídia mais direcionada, de acordo com suas preferências. É necessário atrair a atenção deles, fazê-los falar sobre o seu produto. É necessário ser uma vaca roxa. Você já viu uma? Se visse, provavelmente falaria para alguém, correto? É disso que ele trata.

Se ser uma Vaca roxa é uma forma tão fácil e eficaz de se destacar na multidão, por que, então, todos não estão fazendo isso?

A vaca é rara porque as pessoas têm medo, medo das críticas que irão receber. Desde pequenos, somos forçados a sermos padronizados, na escola temos que formar filas retas e ninguém pode pintar fora dos limites ou das cores que a professora propõe, tão pouco fazer perguntas demais.

Somos moldados a fazer tudo de modo seguro, de acordo com as regras. Essa parece ser a melhor maneira de evitar o fracasso. Na escola pode até ser, mas em um mercado superlotado, enquadrar-se é fracassar. Não se destacar é o mesmo que estar invisível.

As empresas Vaca Roxa operam fora dos padrões estabelecidos, elas operam no EXTREMO do mercado. Estas possuem produtos ultra exclusivos, e não um pouco mais caro, ou preços de banana, e não um pouco mais barato; funcionam durante os 7 dias da semana e não um pouco mais aos sábados, ou abrem por tempo limitado e não um pouco menos na segunda.

Outro grande beneficio de ser um criador de uma Vaca Roxa é que, uma vez que você quebrou os padrões do mercado, as pessoas irão acreditar que você sempre fara isso e depositarão uma enorme confiança em você. Isso se chama credibilidade.

Leitura interessante, principalmente para quem está em carreira solo e tem aquela dúvida de entrar ou não em algum projeto, ou se já está em algum projeto, se deve insistir ou desistir do mesmo.